quinta-feira, dezembro 24, 2009

Não conte os anões




Ouvir histórias é uma das melhores ações que fazemos quando criança.
Queremos conhecer tudo. Imaginamos. Retemos. De forma natural absorvemos a nossa realidade a partir do que ouvimos. Por isso é difícil uma criança que ainda não foi pra escola que não goste ouvir história. Elas sabem todo o enredo da Branca de Neve, e por aí vai, mas não necessariamente se preocupam em decorar os nomes dos anões.

Quando entramos na escola, recebe-se uma instrução tensa de que devemos lembrar ou decorar fatos e datas, isso vai aos poucos corroendo a magia do ouvir e do imaginar, e assim muitas crianças saem de seus mundos fantásticos pra uma restrita, e acadêmica e burocrática decoreba.

Mas ainda sempre ouvimos histórias, e as que nos interessam não são tão pesadas, aprendemos com naturalidade sem decorar os anões. Talvez não só pra ouvir histórias mas pra todo o aprendizado, devemos absorver o conteúdo, e os anões não serão motivos de preocupação.