domingo, dezembro 06, 2009

Soltando a Tina
















Até que ponto um desejo, ou objetivo, ou ideal são dignos de preocupação, de persistência e de teimosia na minha vida?

O que tudo por que eu luto, sofro, e me esforço realmente significa?
Dizem que a gente sempre deve correr atrás e perseguir nossos sonhos, mas e quando no meio do caminho estivermos perdidos, e perdermos a nós mesmos?

Será que esta é a hora de abrir mão de algumas coisas para que possamos enxergar a besteira que estamos fazendo? Ou a maneira burra e tola pela qual estamos nos sufocando por algo que está no fim de tudo nos fazendo mal?

Era uma vez um urso, que estava faminto, ele procurava comida pela floresta para se alimentar. Até que ele sentiu um cheiro agradável de sopa a uma certa distância, seguiu em direção ao cheiro e acabou encontrando uma panela enorme (uma tina) com bastante sopa perto de um acampamento. O urso com toda vontade de matar a fome não pensou duas vezes, abriu seus braços e agarrou com muita força a tina. Sentiu uma dor sufocante da quentura da tina, a quentura o fazia urrar de dor, e as queimaduras ardiam nos seus braços, mas o urso ainda continuava agarrado com a quentíssima panela de sopa. E cada vez seus urros eram mais fortes, mas também o urso se agarrava mais forte à quentíssima tina, e só mais danos causavam as queimaduras no teimoso urso, que ainda assim insistia em permanecer junto à tina.

Quantas vezes será que vale a pena nos machucarmos e sermos teimosos com algum objetivo? Desafortunadamente eu fui esse urso por algum tempo, e pode ser que também existam pessoas agindo que nem o urso, se agarrando e se apegando tanto a coisas que no final só estão causando dor e sofrimento desnecessários, e ainda assim permanecem estupidamente insistindo naquilo.

E depois que já está ferido, o desejo que até então era um sonho, passa a ser visto sobre outra perspectiva não tanto tão adequada. Então antes que os danos fiquem profundos o melhor a fazer é abrir mão, é apenas respirar e ter fé, é largar, é deixar o que só está nos prejudicando, soltando a tina.

Soltando a tina veremos que oportunidades para nos satisfazer devem ser aproveitadas de maneira sábia e prudente, e nossa força será nossa aliada para nos levantar e não acabar com nós mesmos.
Soltei a tina.

Solte a sua tina também.


[Atualização 05-07-2017]
Bom, amigos eu não sei o que estava passando pela minha cabeça quando eu pensei em soltar a tina, mas na verdade eu quis dizer que se alguma está apenas nos machucando é importante reconhecer o quanto estamos sendo feridos e deixar de lado o que pode estar nos prejudicando. Eu não quis dizer para desistir dos sonhos. Dos sonhos nunca devemos desistir, apenas daquelas coisas que insistimos em fazer que não nos levam para lugar nenhum e ainda nos fazem sofrer.
Abraços :)