sexta-feira, janeiro 01, 2010

A fênix



Um pássaro mitologicamente poderoso, com grandes capacidades de se recompor a partir de suas próprias cinzas, a partir de praticamente nada, do pouco que restou de si mesmo. Pra mim sua força não reside somente nos seus aspectos físicos, mas também na possibilidade de se levantar de seu suposto fim, ou para ser mais exato de sua morte.





Descrita e admirada pela imponente beleza o mito de origem grega da fênix é conhecido em muitas culturas, e todas elas têm os mesmos conceitos dos significados dessa lenda; como a ressurreição e um ciclo sem fim da esperança.

Somente após muito tempo é que chega a hora da profética morte da fênix que renasce incomparavelmente mais virtuosa, vigorosa e bonita que qualquer ave.

Nesse início de ano, pode ser que muitas pessoas retirem forças do que sobrou delas mesmas e assim se dão um novo nascimento a si mesmas. Como a fênix que ressurge das próprias cinzas, muitas pessoas também são capazes de dar volta por cima, e serão lembradas não por suas quedas, mas sim por sua história de se auto-regenerar do nada, essa história se tornará uma lenda, e é assim que são lembrados os que se refazem como a fênix, saem implacáveis de suas cinzas para nascer e viver nos raios do sol.

Que esse início de ano seja como um renascimento esplendoroso para os que tinham uma antiga vida cinzenta.

Às vezes a morte de algumas coisas é o que traz uma nova vida...