domingo, julho 30, 2017

Palhaçadas

Quando alguém vai em um show de comédia já sabe o que vai encontrar, um comediante contando de casos engraçados de sua vida ou da vida de outras pessoas. As palhaçadas que ele está fazendo as pessoas que estão assistindo estão esperando por isso. Eu acho muito saudável quando alguém faz outra pessoa rir. A risada é um dos melhores dons que o ser-humano tem, e acho que uma pessoa que não ri não sabe do encanto da vida.

Uma pessoa que me faz rir com certeza será facilmente minha amiga. Eu gosto de fazer as pessoas rirem assim como também gosto de rir. A risada nos faz superar nossos próprios erros, achar graça de nós mesmos é um passo importante para se sentir melhor.

Quando um comediante ou alguém engraçado diz coisas com a intenção de ser engraçado isso é muito perceptível. As risadas são naturalmente geradas, não existe nenhum problema nisso. O problema está quando as pessoas acham graça de uma coisa que obviamente não tem graça para quem está sendo alvo das risadas.

As palhaçadas que alguém faz para ser engraçado são totalmente elegíveis de gargalhadas, o ruim é quando algumas pessoas que querem tirar de sarro de outra pessoa, não estão rindo juntamente com ela, e somente dela. Então aí, começa a ser perder uma coisa muito importante: o respeito. 

Se alguém faz questão de demonstrar que não tem respeito por alguém, então essa pessoa não entende que suas brincadeiras não estão sendo tão engraçadas quanto parecem ser. Uma forma de lidar com essas pessoas infelizmente é ignorando, não temos que nos focar em uma coisa ruim. Dependendo da pessoa até é bom confrontar (no sentido de questionar o que está sendo engraçado), para demonstrar que quem está sendo vítima de risadas inconvenientes não está achando engraçado.

Dependendo da pessoa, nem vale a pena perder tempo e esforço. É melhor fingir que os deboches dessa pessoa não existem. Não se pode se anular, é preciso impor limites a algumas pessoas para que elas entendam. A melhor forma para isso é uma conversa. O diálogo deixa claro os pontos que incomodam, mas também vai depender da pessoa que estará te ouvindo.

Amigos, sabe aquele ditado: "Quem ri por último, ri melhor?", então, a vida tem muito disso. O mundo dá voltas. Não podemos nos esquecer da lei do retorno. Às vezes é bom também não levar as coisas tão a sério, tudo vai depender da forma e do momento em que as palhaçadas são feitas, vale a pena entender o contexto de cada situação.

Eu acho que uma coisa essencial que não deve ser perdida é o respeito. Fazer com o próximo o que gostaríamos que fizessem conosco é um passo primordial para uma boa relação onde quer que estivermos. Palhaçadas são engraçadas quando quem está contando a piada ri de si mesmo ou de pessoas que não se importam em também fazer o mesmo. Demonstrar respeito por alguém é essencial para termos também.